Todos os dias nos primeiros 15 minutos, todas as turmas da escola tem um momento para leitura, onde recebem material diversificado da biblioteca, tendo oportunidade para aprimorar sua linguagem, atualizar-se, descobrir novas informações construindo assim novas redes de conhecimento e informação.

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

ALUNOS 20 PONTOS - 2º TRIMESTRE


O QUE EU FIZ QUE CONTRIBUIU PARA OS 20 PONTOS DO MEU (MINHA) FILHO (A)?

Nossa escola já há um bom tempo trabalha com uma forma de avaliação diferenciada. O aluno inicia o trimestre com 20 pontos, e conforme suas atitudes e empenho ele pode manter ou perder os pontos. Os outros 80 pontos dizem respeito ao seu desempenho em relação aos conteúdos trabalhados em aula (participação em atividades, provas, trabalhos, caderno completo, entrega de bilhetes, biblioteca, informática, entre outros).

Neste trimestre resolvemos descobrir de que forma os pais colaboram para que seus filhos tivessem sucesso na escola e mantivessem os 20 pontos. E eles mandaram seus depoimentos. Confira e siga as dicas dos pais e quem sabe no próximo trimestre seu filho também vai estar entre os alunos "destaque 20 pontos":

-->
Tudo o que faço é ensinar a ter respeito e educação e que ela está na escola para aprender. Olhamos os cadernos todos os dias, estou sempre atenta a tudo o que acontece.
Isabella F. Barbosa – 1º ano 11

Nós a ajudamos a lembrar se tem bilhete para assinar e se tem tema.
Geovana Moura Cezar – 1º ano 11


O mérito é todo da minha filha, pois só o que eu faço é olhar todos os dias o caderno dela e assinar os bilhetes sempre em dia, ela que gosta de estudar e pede para brincar de soletrar, somar, isso parte dela.
Júlia Reis Smaniotto – 1º ano 11


Eu contribui colocando compromisso de chegar em casa e mostrar os cadernos para mim.
Giovana Fabiana Alves – 1º ano 11

Para contribuir, tentei mandar sempre em dia os bilhetes assinados, incentivei e participei sempre dos temas que deveriam ser realizados e materiais que foram solicitados sempre mandei dentro do prazo. Além do incentivo que dou diante dos estudos e em relação com os colegas para se socializar com todos.
Nathalia Gabrieli Gomes - 1º ano 12

Pedi para não conversar em sala de aula com seus colegas, respeitar os professores, colegas, funcionários e a Escola e também para estar sempre presente nas aulas e vir todos os dias de uniforme e fazer os temas pedidos.
Gabriela Rosa Weide - 1º ano 12

Sempre a mando de uniforme, ajudo nas tarefas, sempre colaborei com doações e alimentos que a escola pede, pago em dia a mensalidade todo mês, assino todos os bilhetes e leio com atenção.
Giseli Fures Rosa - 1º ano 12

Respeito aos horários, auxílios nos temas de casa incentivam a frequência nas aulas, organização de materiais para que os mesmos não faltem. Respeito pelos colegas e professores, disciplina, auxílio em atividades pedagógicas em casa como jogos didáticos.
Arthur Gonsales Schimitez -1º ano 12

Verificando diariamente a agenda e o caderno, auxiliando nos temas quando necessário, enviando sempre os materiais solicitados, elogiando quando faz as coisas certas e corrigindo/orientando quando não estão de acordo, incentivo diariamente para que faça as coisas com responsabilidade, capricho, dedicação e que cumpra as orientações dos professores.
Ezequiel Kuhn Bach -1º ano 12

Olhei na mochila todos os dias, assinamos os bilhetes, mandamos todos os dias com o uniforme, auxiliamos nos temas e demos muito amor e carinho.
Edivan Meyer– 1º ano 12

Eu como mãe tomo o cuidado para ela sempre ir de uniforme da escola, não chegar atrasada, ajudar a fazer as tarefas de casa. Olhamos os cadernos todos os dias e procuro mandar o que é pedido. Conversamos sobre o que ela vai fazer na escola, escutar e aprender e não pra brincar, e que se tem tempo e hora para cada coisa.
Diandra Pereira d Mello – 1º ano 12

Sempre procuramos mostrar para a Luana seus direitos e deveres de forma clara, com muita paciência e principalmente com muito amor e carinho. Ensinamos a ela principalmente o amor ao próximo. O que faz com que ela evolua a cada dia.
Luana Hoerlle da Silva – 1º ano 12

Procuramos sempre levar o Erick no horário, cuidando sempre do uniforme, não levando merendas erradas, cuidando as vestes no dia de Educação Física, revisando bilhetes e temas. Em relação aos bilhetes sempre orientamos o Érick de que ele é responsável em nos avisar assim como os temas para que ele tenha uma responsabilidade, mas claro sempre olhamos.
Erick Apollo Moreira – 1º ano 12

Teve esforço com as atividades da escola.
Luiza Gobbi – 1º ano 12

Ajudei-a nas atividades, instrui para ser uma boa aluna, onde obedeceria a sua professora. Arrumei-a todos os dias com a camiseta da escola, pedi que melhorasse naquilo onde estava sua dificuldade, dentro da sala de aula.
Sarah Palharini Meira – 1º ano 12

Conversando com ele pra respeitar professores e funcionários, assinando bilhetes e devolvendo na data certa, mandando sempre de uniforme e usando roupa adequada para as aulas de Educação Física.
Taylor Ryan de O. da Silveira– 1º ano 12

Cuidei para sempre estar com o uniforme limpo para ela usar. Sempre solicito o caderno de bilhetes para assinar e estar ciente do que acontece na escola. Tento manter as mensalidades em dia. Ajudo nos temas e sempre estou conversando sobre a educação e o respeito que tem que ter com colegas e professores.
Gustavo Corrêa Wecker – 2º ano 21

Sempre estou atenta em seus estudos, assino todos os bilhetes, colaboro com todos os eventos da escola, sempre estou atenta a entrega de seus livros, ajudo quando necessário nos temas, em alguma dúvida dele. E o principal de todos, nunca ser teimoso com a professora e ser sempre amigo de todos seus colegas.
Leonardo Henrique Ferreira – 2º ano 21

É um dever e uma obrigação dos pais participarem da vida escolar dos filhos, seja participando dos projetos, incentivando e claro sempre presente para as tarefas de tema de casa, onde integra pais e filhos e juntos pesquisam para resolver determinado assunto, tento fazer assim com a minha filha desde a pré-escola e venho tendo um resultado muito positivo quanto a evolução dela perante os estudos.
Maria Luiza M. Biscaglia – 2º ano 21

Eu incentivo ao estudo em casa, procuro sempre ver se tem bilhete para assinar, fazer com que cumpra as normas da escola, respeitando professora e colegas.
Luana Dandara F. da Silveira – 2º ano 21

A contribuição dos pais para as crianças do Ensino Fundamental é extremamente importante para o desenvolvimento na aprendizagem, por este fato procuramos orientar a Isadora sempre a ser responsável, ensinando-a respeitar as regras e todas as pessoas, tendo comprometimento e capricho com os deveres de casa. Incentivando-a também a praticar a leitura e a escrita em casa.
Isadora Weber Machado – 2º ano 21

A gente a ajuda nas tarefas, incentivando a usar o uniforme, não chegar atrasada e respeitar colegas e a professora.
Julia Cristina Altenhofen – 2º ano 21

Eu ensino a respeitar os professores, colegas e funcionários da escola, ajudo a realizar as atividades propostas pela professora e o aconselho a entregar todas as tarefas e bilhetes da escola.
Alexandre Frohlich – 2º ano 21

Usar uniforme todos os dias, fazer os temas, obedecer às regras da escola, respeitar os professores e colegas, respeitar os mais velhos e ser um bom aluno.
Eduardo Stülp – 2º ano 21

Eu e a avó dela ajudamos a ler a tentar juntar as palavrinhas, quando ela está em casa está sempre com uma revista, um livrinho, ela também tem um quadro de giz e está sempre escrevendo, ela tem e sente muita vontade de aprender. Sempre que tem tema ou bilhete na agenda quando chego em casa ela me mostra ou pede para ajudá-la. Obrigada professora Mª Beatriz por contribuir com isso.
Benda V. Leite Viana - 2º ano 22

Com conversa, com mais ajuda nas lições de casa e estipulando horários para estudo.
Nathalia Teixeira Maciel -2º ano 22

Estamos sempre tentando dar uma boa educação pra ele, dando disciplina e limites. Auxiliamos nos temas e atividades, incentivamos na hora do estudo e leitura. Procuramos saber tudo o que acontece no dia a dia na escola, olhando os cadernos e dialogando muito. Além é claro de dar muito amor e carinho.
Thomas G. Albino - 2º ano 22

Lembro-o do tema, assino os bilhetes e incentivo a fazer os trabalhos.
Otavio Adriano Boff – 2º ano 22

Incentivando-a estudar, a manter seus materiais escolar sempre em ordem, uniforme completo todos os dias, sempre revisando o caderno da escola e dos bilhetes. Respeitar os professores e os colegas, inclusive ajudando a quem precisa de ajuda, ser educada, gentil, compreensiva com todos sempre respeitando o horário de entrada.
Juliana Nunes Mohnschmidt – 2º ano 22

Sempre pergunto se tem tema de casa, se veio bilhete e oriento a ser organizado na sala, manter boa convivência com os colegas e respeitar sempre os professores.
Gustavo de Paula de Souza – 2º ano 22

Nós os pais da Maria Eduarda incentivamos ela a estudar ajudamos sempre a fazer os deveres que a professora solicita. Sempre cobramos que ela seja educada, use o uniforme, seja responsável, sempre entregar os bilhetes para nos manter informados do que está acontecendo na escola. Nós ficamos muito feliz por ela ter conseguido os 20 pontos e vamos incentivar ela sempre a conseguir a sua meta.
Maria Eduarda Souza Becker – 2º ano 23

Por ele ser uma criança obediente foi onde eu pude ajudar ele eu falo não seja desobediente na escola. Faz tudo o que a professora mandar, cuidar só o que está fazendo e não para as outras crianças.
Guilherme Silva Abreu – 2º ano 23

Fizemos trabalhos juntos, lemos livros juntos, levei todos os dias na escola. Mostrei que a escola é o melhor lugar para aprender tudo o que levar para a vida de bom e útil com certeza.
Gabriel Duarte M. da Silva– 2º ano 23

Tiro 20 pontos porque eu não converso, sempre faço os temas, não viro para trás e não levanto do lugar.
Pedro Henrique Weide – 2º ano 23

Estamos acompanhando dia-a-dia a evolução dos estudos dela. Ajudando a mesma a compreender que deve se dedicar cada vez mais no aprendizado.
Gabriela Rosa Ribacki - 2º ano 23

Acho que fizemos tudo que foi possível para ajudá-la a ter responsabilidade, respeito e não deixar que ela fique sem ajuda de nós pais.
Andrieli Mathes Ferrira – 3º ano 32

Tento mandar sempre com o uniforme, ajudo nos temas de casa e nos trabalhos, faço o possível para ela não chegar atrasada e ensino que devemos respeitar os professores e colegas e sempre assino os bilhetes que vem para casa.
Yasmin Eduarda K. de Melo - 3º ano 32

Revisamos os cadernos verificamos os temas, ajudamos nos trabalhos, incentivamos em todos os projetos da escola. Na verdade a Carolina tem um dom natural para os estudos, não temos muito que ajudar, mas contribuímos com o que podemos.
Carolina Tajiane da Silveira – 4º Ano 41

Não somos de ficar sempre cobrando, mas quando veio que ela tem dificuldade em algumas questões, peço pra estudar até entender, prestar mais atenção na matéria e sempre procuramos ajudar, o pai mais em Matemática e a Mãe em Português e outras matérias.
Giovana Ribeiro – 4º ano 42

Minha mãe me ajuda cuidar dos bilhetes, meu pai me explica quando eu preciso.
Charlote Freitas – 4º ano 42

Amor, carinho, compreensão, não penalizamos quando tem alguma dificuldade e sim mostramos como deve ser feito, porém ela deve formar e chegar a uma conclusão usando o raciocínio próprio. Jamais damos a resposta pronta, contribuímos com exercícios e com exemplos práticos. Acreditamos que aliado a isso o amor e o carinho iremos obter êxito nesta jornada.
Rafaela Lopes da Silva Rosa – 4º ano 42

Contribuímos em primeiro lugar que ele sempre fizesse todos seus deveres, que todos os dias fazíamos uma revisão em seu caderno para lhe dizer no que ele poderia melhorar, e dizendo para ele ler muito que a leitura nos torna uma pessoa muito culta.
Carlos Eduardo Bueno – 4º ano 42

Dei educação, o ensinei a ter responsabilidade com os trabalhos, bilhetes, temas, biblioteca, horários. Sempre entregar os trabalhos e bilhetes em dia e ter muito respeito e educação com os professores, colegas, direção e funcionários. Ter capricho, sempre levar os materiais solicitados pelos professores e estudar muito.
Rodrigo Cauã Sander da Silva – 5º ano 51

Fiz um mural no quarto do Luan onde foram colocados todos os temas e trabalhos em aberto que tinha. Acompanhava os temas diariamente e também olhava todos os dias o caderno de bilhetes.
Luan Frederico – 5º ano 51

Deixo sempre o uniforme em dia para ela usar, pergunto se ganhou tema ou trabalho para fazer, caso tenha dificuldade ajudo ela. Cobro os bilhetes para ler e assinar procuro mandar os materiais necessários que devem ser levados para a escola e sempre digo para prestar atenção em aula.
Vitória Prass Brum – 5º ano 51

Contribuímos com o controle da hora do estudo, acompanhando ele em todos os momentos, ajudando muito nos temas e trabalhos com atenção e também dando carinho, amor, educação e uma grande união entre pais e filho.
Guilherme Bueno Valandro – 5º ano 51

Em casa nós conversamos bastante com a nossa filha, sempre damos conselhos e falamos para ela se comportar na escola e prestar bastante atenção quando a professora explica e se comportar, pensar em fazer as coisas certas sempre, ficar quieta quando precisa e falar somente o necessário e quando for necessário, ter educação e respeito perante aos colegas e professores.
Maria Eduarda Röhsler – 5º ano 52

Aconselhando a ler e refazer as tarefas.
Paola de Souza Cardoso – 5º ano 52

Eu contribuo com impor compromisso de me mostrar todos os bilhetes e caderno assim que chega do colégio.
Eduarda Fabiane Alves – 5º ano 52

Nós pais orientamos, apoiamos e incentivamos os estudos do Arthur.
Arthur Prass da Silva – 6º ano 61

Em primeiro lugar eu aconselhei bastante, a fiz entender o quanto os 20 pontos é importante para ela e também para nós pais. Ficamos muito satisfeitos quando ela chegou correndo contando para nós que atingiu os 20 pontos. Estamos muito felizes e contamos que ela continue assim, cada vez melhor.
Adriely Diniz - 6º ano 62

Fiz um mural no quarto do Lucas onde foram colocados todos os temas e trabalhos em aberto que tinha. Acompanhava os temas diariamente e também olhava todos os dias o caderno de bilhetes.
Lucas Frederico – 6º ano 62

O que eu fiz para ajudar o meu filho William foi estar mais presente na hora do estudo, participando na hora que ele faz os temas, revisando os cadernos e os bilhetes, para que ele não se esqueça de fazer as tarefas da escola. Estou muito feliz e contente em poder ajudar ele a conseguir os 20 pontos. Muito obrigada.
William de Matos Barichelo– 6º ano 62

A Eduarda se dedica bastante aos temas de casa e da bastante atenção a tudo que é da escola.
Eduarda Pires Lima – 6º ano 63

Pedimos para ela não conversar em sala de aula com as amigas. Cobro dela os temas, uniforme que esteja sempre presente o respeito com os professores e colegas, enfim com toda a escola.
Jokasta Rohr – 6º ano 63

Foi incentivado a estudar.
Natan Gustavo Nunes Peixoto – 7º ano 71

Sempre tento passar para a Nicole que os maiores bens que ela pode adquirir são o conhecimento e o respeito. O conhecimento ela consegue adquirir com o seu esforço, mas sem seus professores para orientá-la ela não conseguiria. O respeito ela deve ter com seus colegas e professores para que também possa ser respeitada, em qualquer lugar em que esteja deve respeitar o próximo.
Nicole Grifante Gugel – 7º ano 71

Tenho incentivado no que é preciso, ter bastante responsabilidade, empenho, alegria, organização e bastante amor pelos estudos.
Ketlyn Camila da Silva – 7º ano 71

Lembrando ela para ter sempre responsabilidade, olhando seus cadernos, respeitar os colegas e ajudando ela a ter um bom aprendizado para ela ter um futuro melhor.
Luiza Fernanda Ruas Bade – 7º ano 71

Eu procuro sempre olhar seus cadernos, tento ajudar no que posso, sempre converso muito com ela porque os estudos e muito importante para o seu futuro.
Larissa de Oliveira de Souza – 7º ano 72

Nós dizemos para o Magdiel prestar atenção, não conversar fazer os trabalhos e temas, sempre estamos dando força pra ele ser um aluno esforçado, dedicado, responsável e ser obediente para os professores e respeitar os colegas e não brigar.
Magdiel Vieira Binelo – 7º ano 72

Disponibilizamos de todo tempo possível para que a Tauany possa fazer os trabalhos, temas e tudo o que é solicitado pelos professores.
Tauany da Rosa – 7º ano 72

Nós sempre a incentivamos nos estudos e em tudo que seja para o seu bem e crescimento, procuramos acompanhá-la no que for necessário, ensinamos ela a ter responsabilidade e respeito, cuidamos para que não falte material escolar e sempre cobramos muito, pois sempre deixamos bastante tempo livre para ela estudar e se dedicar, e acima de tudo lhe damos muito amor, carinho e compreensão.
Alana de Souza Eltz – 7º ano 72

Na verdade eu pouco preciso fazer, porque a Melissa em se tratando de estudo, é bastante responsável, mas eu a auxílio sempre que necessário.
Melissa Ferreira Fontes – 7º ano 72

Incentivamos a leitura, pois somos exemplos para ela, mantém horário de estudos e recebe ajuda e apoio necessário para seu desenvolvimento. Viagens e passeios são coisas que despertam sua concentração e interação com experiências novas.
Barbara Vieira dos Santos – 7º ano 72


Olhando os cadernos e trabalhos todos os dias, sempre ensinei a respeitar colegas e professores a ser responsável e organizada. A mesma disciplina que ela tem em casa, quero que tenha na escola.
Erica Gabriele da Silveira – 7º ano 73

Pergunto se ela fez o tema, se tem trabalho, se está com o uniforme. Cuido para ela não chegar atrasada, ensino a respeitar os colegas, professores, funcionários e direção, vejo se está levando o material solicitado. Peço para que não atrapalhe a aula com conversas e brincadeiras desnecessárias e que preste bastante atenção na explicação do professor e assino todos os bilhetes.
Larissa de Freitas Macedo – 7º ano 73

Sou uma aluna quieta, não converso e sempre faço os temas e entrego os trabalhos e também não viro para trás.
Júlia Fernanda Weide – 7º ano 73

Eu acho que sempre conversando com os filhos ajuda, mas não consigo sozinha. A escola colocando a Viviane como monitora ajudou bastante, tem mais responsabilidade, está mais participativa nas atividades da escola. Parabéns a Viviane e a Escola.
Viviane Tainá Wames- 8º ano 81

O Arthur é muito responsável com suas obrigações. Então minha contribuição foi cobrar sobre os bilhetes e cuidar do seu uniforme.
Arthur Henrique Nunes – 8º ano 81

Eu procuro participar da rotina escolar dele, elogiar, incentivar, comprar sempre que solicitado o material que os professores solicitam assim como o uniforme. Ajudo na interpretação de temas e trabalhos quando há dúvidas e lembrar sempre que a escola é fundamental para o crescimento pessoal.
Hiago Luan da Silva – 8º ano 81

Na verdade quem contribuiu foi ela mesma com seu esforço, dedicação e sabedoria. Com isso alcançamos nossos objetivos. A Júlia sempre foi uma menina muito dedicada em tudo que faz, por isso o mérito é somente dela.
Júlia da Silva Sander – 8º ano 81

É uma contribuição em partes ou melhor dividida por partes. A mãe tem sua parte a madrasta tem uma parte a escola tem uma parte também, e uma parte fundamental. E por fim tem a minha parte de contribuição que acho que é da forma mais simples que existe, com amor, pois eu passo tudo para o meu filho com amor. Pode parecer pouco para alguns, mas é isso que é necessário somente amor e amor é tudo.
Gabriel de Mattos Kupski – 8º ano 82

Eu o incentivei para estudar mais e ter melhor desempenho como aluno.
Lucas Jacoboski - 8º ano 82

Incentivo a estudar e ser responsável em tudo. A coisa que eu mais faço é orar pela minha filha e entrego a vida dela a Deus todos os dias. Peço que ele lhe dê sabedoria que abra os entendimentos dela pra que ela aprenda e tenha um futuro abençoado.
Luiza Nunes - 8º ano 82

É mérito dele. Dedica-se aos estudos, mas tento participar das atividades, das reuniões para mostrar interesse e dar incentivo a ele. Espero que continue sendo um bom aluno e que não piore e que tenha um bom estudo como o daqui.
Artur Gabriel da Silveira - 8º ano 83

Não permitindo que faltasse as aulas, perguntava se tinha bilhete, temas, trabalhos pra entregar, olhava a mochila dela todos as manhãs, ver se estava com o uniforme e perguntava se tinha nota baixa para assinar.
Vanessa de Moura – 9º ano 92

Mesmo ela sendo responsável sempre estou atenta e pergunto se tem tema, bilhete e cobro a hora do estudo. Também olho os cadernos e procura sempre tirar suas dúvidas.
Júlia Socovoski – 9º ano 92

Procuramos dar a educação básica, comportamento, responsabilidade, respeito aos outros. Esperamos da escola a complementação. É fundamental saber o que o filho está fazendo acompanhando seu desenvolvimento, cobrando as tarefas, apoiando nos trabalhos, e elogiando quando merece. Mostrando através de exemplos os resultados do aprendizado e da dedicação.
Gabriela Blasi – 9º ano 93


Nenhum comentário:

Postar um comentário